Cuidados, Curiosidades

Motor fundido: O pesadelo dos donos de carro

motor fundido
Entenda nesse artigo o que é o motor fundido e oque fazer para evitar.

O motor fundido é uma das diversas dores de cabeça que um motorista pode vir a ter, quando ao funcionamento do carro.

O problema normalmente é causado pela negligência dos proprietários em relação a muitas formas de manutenção.

Troca de óleo, de filtro, uso de combustível de outros produtos de má qualidade, a falta de revisões periódicas para detectar problemas.

O mais recomendado é estar sempre em dia com as visitas à sua oficina mecânica, mas, caso você seja do tipo descuidado e seu motor venha a fundir:

É importante entender os sinais do veículo e saber o que fazer.

Veja nesse artigo; Vamos lá?!

O que é um motor fundido?

E o nome dado à pane no motor do carro: quando ele trava e para completamente de funcionar.

Quando isso acontece, não é mais possível dar partida, e tudo o que se ouve é o barulho das peças se chocando debaixo do capô.

Os motivos que acarretam em um motor fundido:

  • O veículo sempre rodando em alta temperatura, o que pode acarretar no derretimento de algumas peças.
  • A falta de lubrificação nas engrenagens motor, devido à pouca troca de óleo e etc.
  • O uso de combustíveis de má qualidade, que corroem a estrutura do motor ligeiramente.
  • A desatenção com as revisões periódicas do carro.

O que fazer para evitar:

  • Realizar a troca periódica do óleo do carro, para lubrificar as engrenagens. Trocar também os filtros, para evitar que os resíduos se acumulem.
  • Selecionar os produtos e o tipo de combustíveis que serão usados. Ainda que custem mais, previnem você de mais prejuízos.
  • Realizar visitas constantes ao mecânico. O custo com manutenções periódicas é, sem dúvidas, menor que o de um motor novo.
  • Se manter sempre atento aos mínimos sinais do carro. Quanto mais você rodar com o motor já desgastado, maior será o prejuízo.

Conclusão:

Substituir um motor fundido, dependendo do modelo do veículo, pode chegar a custar até 50% do valor do mesmo.

Por isso, é sempre importante prevenir riscos, para não precisar remediá-los.

Esteja atento ao tipo de produto que você usa no seu veículo. Aos componentes, à qualidade, desconfie de fórmulas milagrosas baratas demais.

E, vale sempre ressaltar: não deixe de visitar o mecânico sempre que algo parecer errado com seu carro.

Alguns dos pequenos consertos errados que você faz em casa, para corrigir o menor dos problemas, pode afetar o funcionamento do motor.

E, aliado a muitos outros favores, fundi-lo.