Carros que espantam até o vírus

VW Kombi

VW Kombi

A Kombi é um carro muito conhecido aqui no Brasil, afinal ficou muito tempo em linha não é mesmo. Muita gente que tem mais de 30 anos já andou muito nessa velha senhora, e nem adianta pensar ”eu nunca andei” porque eu sei que é mentira viu (brincadeiras a parte).

As Kombis mais antigas tinha motor a ar e era localizado na traseira do carro e sendo assim o seu tanque de combustível ficava localizado acima do motor fixado ali no chassi do carro, enquanto o bocal do tanque ficava na parte traseira no lado direito. O bocal nada mais era do que um cano com 25cm mais ou menos que saía da carroceria e ficava justamente em cima da bateria e da caixa de reles do veiculo, duas partes que podem gerar fagulhas e faíscas e por ser uma peça rígida esse bocal tinha uma resistência muito menor e com a torção e o movimento normal do carro a chance dessa peça quebrar ou rachar era muito grande, causando vazamentos e alto risco de incêndio.

O outro fator para os incêndios é que as mangueiras de combustível também eram de borracha e poderiam ressecar, fora que o filtro do combustível poderia rachar porque é de plástico ou estar mal vedado aliados com a má qualidade das peças de reposição e também muitas ”gambiarras” os vazamentos eram muito frequentes em contato com o motor quente ocasionavam incêndio. Fora que também poderia jogar combustível na parte elétrica e o resultado não iria ser muito diferente. Mas os últimos modelos da Kombi com o motor a água não apresentavam mais esse problema.  Você sabe que o fogo é um dos inimigos dos micro-organismos e por isso entrou nessa lista.

Use as setas <> para continuar navegando